quarta-feira, 5 de setembro de 2007


Hoje olho pra mim e não vejo sombras de quem fui um dia
Lamúrias, dores, inseguranças... isso não me pertence mais
Nasci pra ser feliz, pra ser luz, pra ser estrela...
O passado me ensinou que se quero ser respeitada preciso me dar o respeito

Aceitar um amor pela metade por medo de ficar sozinha é tolice
Estar sozinha é ótimo quando aprendi que isso é estar comigo
É me descobrir, é ver que posso sempre reconstruir

A vida da voltas e hoje quero dar voltas com ela
Quero cada vez mais aprender, ousar, sonhar, amar...

Amar sim, pq não tenho medo de sofrer, tenho medo é de não viver
É claro que sempre vai aparecer um babaca ou outro que não mereça meu amor
Mas como vou reconhecer o merecedor se não aprender com os "babacas"?

Então hoje estou livre... dos receios e das tolices que me impediam de ver o sol brilhando
Estou livre para aproveitar cada sorriso que a vida me dá
Estou livre para aceitar os erros, aprender com eles e acertar cada vez mais
Estou livre para viver... e que assim seja!

5 comentários:

Graciela Lize disse...

OLÁ MINHA AMIGA POETA, QUE LINDA SÃO SUAS PALAVRAS...SENSIBILIDADE É UM DOM !!
BEIJOS UM ÓTIMO FINAL D SEMANA, AH VC TEM ORKUT?

Barão Van Blogh disse...

Sou novo nestas lides ...

Aqui deixo o convite para que visitem o meu espaço .

"Ao lado de fortes cavaleiros eu seguia
Terras de mil cores nós ia-mos conquistar"

Bom fim de semana .

Edson Marques disse...

Um olhar para dentro...



Belo poema, belíssima foto!


Ser linkado por você será um prazer.



Abraços, flores, estrelas..


.

Guto Rocha disse...

O próprio nome do blog acho que caracteriza mais o título da sua mensagem...
"Um olhar para dentro..."

Beijos Caluzinha!

Gui disse...

Melhor que o teu poema só a tua beleza. Parabéns por amboas. Bjs.