domingo, 28 de outubro de 2007

Cansei...

De ter medo
De bancar a forte
De dizer que não quero mais ninguém

De falar para mim que não posso mais sofrer
De generalizar os sentimentos
De achar que todos são iguais (mesmo às vezes tendo quase certeza disso rs)

E então tomei coragem...

De encarar a vida de frente
De dizer que não posso tudo sozinha
De assumir que quero alguém ao meu lado

De entender que sofrimentos não matam, ensinam
De perceber que podemos sentir coisas diferentes
De acreditar que existem pessoas que valham a pena

Daí entendi que...

O medo às vezes pode ser um alerta para os perigos da vida mas, na maior parte do tempo, nos impede de viver
A fortaleza está dentro de nós e em cada amigo com o qual podemos contar
Não querer mais ninguém é uma fase, mas preciso ser colo e ter colo... a solidão é ruim

Sofrer faz parte, viver sofrendo é uma opção não cabível
Os sentimentos mudam assim como as pessoas e as situações que vivemos
As pessoas são iguais nos sonhos e nos medos, mas diferentes nas maneiras de encará-los

E com isso...

Quero viver sem medo
Quero ser forte para assumir minhas fraquezas
Quero alguém para dividir o caminho e somar experiências

Quero esquecer o sofrimento apesar de ter aprendido com ele
Quero mudar os sentimentos dentro de mim
Quero uma pessoa que, apesar de diferente, tenha em si a mesma vontade de amar e ser feliz!!!

2 comentários:

Erika disse...

Uau, fortona, prá frente, disposta, isso ai, querida, é assim que se fala, é prá frente que se anda, sem medo, só viver.

Beijos e ótima semana

Ingrith disse...

Lindo texto... boa semana!